sexta-feira, 30 de setembro de 2022

NARANHAO SERÁ O SEGUNDO A RECEBER APOIO DAS FORÇAS ARMADAS NA ELEIÇÃO

 


O Maranhão será o segundo estado brasileiro que mais receberá apoio das Forças Armadas nas eleições deste ano.

As Forças Armadas estarão em 561 localidades de 11 estados. Além disso, ao longo do dia, atuarão efetivos de instituições como Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), entre outras.

A presença dos militares neste domingo (02) foi requisitada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O estado que vai receber o maior contingente é o Rio de Janeiro, onde as Forças Armadas devem estar em 167 localidades de diversas zonas eleitorais. O segundo é justamente o Maranhão, que terá apoio em 97 municípios.

Além disso, nesta quinta-feira (29), dois mil policiais embarcaram para diversos municípios do interior do estado, onde permanecerão até a segunda-feira (3). O envio das tropas integra plano de ação da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA) para as eleições deste ano. A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) enviou um total de cinco mil militares do efetivo para operar durante o período eleitoral.

Os militares maranhenses seguirão 21 rotas com destino às cidades do interior. Eles atuarão nos 217 municípios maranhenses e para cobrir todo o estado, a SSP-MA destacou 11 mil policiais militares, além de efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), Polícia Civil e Centro Tático Aéreo (CTA), que atuará com aeronaves e viaturas, na capital e interior. A operação tem apoio das Polícia Federal (PF) e Polícia Rodoviária Federal (PRF)

CARLOS BRANDÃO PODE LEVAR NO PRIMEIRO TURNO, DIZ ECONOMETRICA


Nesta sexta-feira (30), faltando dois dias para as eleições 2022, foi divulgada mais uma pesquisa sobre o cenário eleitoral do Maranhão.

A pesquisa Econométrica, contratada pelo jornal O Imparcial, apontou que o atual governador Carlos Brandão (PSB), conseguirá se reeleger já no domingo (02).

Brandão teria 47,4% das intenções de voto, mais que o dobro do segundo colocado. Na segunda colocação, a pesquisa apontou um empate técnico, já que Lahesio Bonfim (PSC) aparece com 20,6% contra 19,9% do candidato Weverton Rocha (PDT). Veja os números abaixo.

Levando em conta apenas os votos válidos, ou seja, retirando nulos/brancos/indecisos, Brandão alcançaria 51,8%, estando reeleito já no 1º Turno.

Senado – Na disputa pelo Senado o cenário segue inalterado, com uma liderança tranquila e absoluta do ex-governador Flávio Dino (PSB).

Dino aparece com 57,3% das intenções de voto. O segundo colocado segue sendo o senador Roberto Rocha (PTB) com 28,9%. Na sequencia aparecem: Pastor Ivo (DC) com 2,1%; Antonia Cariongo (PSOL) com 0,3% e Saulo Arcangelli (PSTU) com 0,2%. Já 4,9% corresponde a Nulo/Não Sabe; 6,4% Não respondeu.

A pesquisa Econométrica, contratada pelo O Imparcial, foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral MA-01620/2022. O levantamento ouviu 1.500 eleitores, entre os dia 23 e 27 de novembro, tendo um intervalo de confiança de 95% e 2,5% de margem de erro, para mais ou para menos.

EU VOTO EM JOÃO MARCELO PARA DEPUTADO FEDERAL E DAVI BRANDÃO PARA DEPUTADO ESTADUAL

 


SEXTOUUUUU

 



quinta-feira, 29 de setembro de 2022

LULA PEDE VOTO PRA CARLOS BRANDÃO, FLAVIO DINO E FELIPE CAMARÃO

 

Depois de gravar dois vídeos e vir pessoalmente ao Maranhão, o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), voltou a se posicionar publicamente sobre as eleições no estado.

Nas suas redes sociais, Lula, nesta quarta-feira (28), reiterou o seu pedido de voto aos maranhenses em Carlos Brandão (PSB), Flávio Dino (PT) e Felipe Camarão (PSB). Veja abaixo.

E assim, Lula, mais uma vez, deixa claro quem é do seu time aqui no Maranhão.

quarta-feira, 28 de setembro de 2022

O QUE REVELOU O DEBATE ENTRE CSNDIDATOS AO GOVERNO DO MARANHAO

 

Na noite de ontem, terça-feira (27), a TV Mirante realizou o debate entre seis dos nove candidatos ao Governo do Maranhão, nas eleições de 2022.

Participaram do debate todos os candidatos que os partidos possuem representatividade no Congresso Nacional, ou seja: Carlos Brandão (PSB), Enilton Rodrigues (PSOL), Lahesio Bonfim (PSC), Simplício Araújo (Solidariedade), Weverton Rocha (PDT) e Edivaldo Holanda Júnior (PSD).

Primeiro bloco – Com temas livres, o destaque ficou quando aconteceram os embates entre os principais candidatos colocados nas pesquisa. O primeiro confronto foi de Lahesio Bonfim e Weverton Rocha. O pedetista tentou questionar a gestão de Lahesio em São Pedro dos Crentes, mas o ex-prefeito acabou afirmando que Weverton integra um consórcio de candidatos do grupo político dominante no Maranhão. Weverton voltou a questionar a gestão afirmando que a Educação na cidade administrada por Lahesio não era valorizado, o que foi contestado pelo ex-prefeito.

Na sequencia, Lahesio foi perguntar para Edivaldo, afirmando que o ex-prefeito não cumpriu boa parte das suas promessas. O ex-prefeito de São Luís contestou a afirmação e disse que Lahesio integrava uma quadrilha criminosa e estaria sendo processado, o que foi contestado pelo ex-prefeito de São Pedro dos Crentes, até pelo valor movimentado anualmente pela Prefeitura de São Pedro dos Crentes. Lahesio ainda afirmou que comprava máscaras num preço bem menor que as compradas na gestão em São Luís, lembrando inclusive uma operação da Polícia Federal.

Segundo bloco – Lahesio iniciou perguntando para Brandão, com tema da Educação, mas preferiu tratar do caso do assassinato do empresário João Bosco, inclusive acusando que o sobrinho do governador estaria na cena do crime. Brandão lamentou que Lahesio tenha fugido do tema, mas afirmou que mandou apurar e o assassino foi preso. Sobre o seu sobrinho, secretário Daniel Itapary Brandão, o governador afirmou que ele apenas passou no local do crime, que aconteceu num local público, e que Daniel não consta nem no inquérito policial.

Na sequencia, Edivaldo escolheu Weverton para perguntar e questionou sobre o caso do Ginásio Costa Rodrigues, que o pedetista quando foi secretário acabou pagando antecipado pela obra que não foi concluída. Weverton afirmou que o processo foi concluído, mas Edivaldo rebateu afirmando que o processo não foi concluído e nem o pedetista foi inocentado, apenas o processo foi trancado. Edivaldo ainda disse que Weverton desde os 18 anos responde a inúmeros processos, por peculato, formação de quadrilha, entre outros crimes. O pedetista lembrou que Edivaldo, por duas, vezes pediu seu apoio para as eleições municipais em São Luís. A fala de Edivaldo, foi disparadamente, a mais dura do debate.

No fim do bloco, Simplício quis falar sobre um eventual desvio de R$ 44 milhões na Prefeitura de São Pedro dos Crentes. Lahesio voltou a repetir que seria matematicamente impossível desviar tamanha quantia de um orçamento anual que corresponde a menos da metade do valor. Lahesio ainda disse que Simplicio estava cumprindo o papel de laranja nas eleições para voltar a pedir cargo e que era responsável pelo desemprego no Maranhão. O ex-prefeito ainda afirmou que Simplício estava “cuspindo no prato que comeu” ao tecer algumas críticas a gestão Flávio Dino/Carlos Brandão.

Terceiro bloco – Edivaldo insistiu no assunto do Ginásio Costa Rodrigues e perguntou novamente porque Weverton pagou antecipadamente o valor de R$ 5 milhões pela obra que acabou por não acontecer. O pedetista disse que a obra não aconteceu pelo fato do então governador Jackson Lago ter sido cassado. Edivaldo voltou a falar de outros processos que Weverton teria sido alvo, questionando a sua idoneidade. Weverton disse que é ficha limpa e que o Ministério Público entrou com uma ação contra a gestão de Edivaldo por conta do setor da Educação.

O bloco trouxe novamente o embate entre Lahesio e Simplício, mas foi novamente mais do mesmo.

Quarto bloco – Edivaldo, mesmo perguntando para Brandão, fez questão ainda de cutucar Weverton, afirmando que ele teve um crescimento de patrimônio de 1.300%. Brandão, na pergunta de Edivaldo, afirmou que jamais respondeu por nenhum processo e nunca teve seu nome envolvido em corrupção, mesmo com tanto tempo de vida pública.

Foi o bloco mais morno do debate, ficou repetitivo e monótono, talvez pelo adiantado da hora.

O desempenho dos candidatos na avaliação do Blog do Zé Lopes 

Edivaldo Júnior – Entrou como franco atirador e procurou os embates com os principais candidatos. Foi responsável pela pergunta mais dura no debate, ao questionar sobre os processos que Weverton teria sido alvo.

Lahesio Bonfim – Soube explorar bem o fato de ser, entre os principais candidatos, o que não participou da gestão do ex-governador Flávio Dino, defendendo mudanças de verdade no Maranhão.

Carlos Brandão – Líder de todas as pesquisas e único com possibilidade de vencer no 1º Turno, Brandão evitou embates com os principais candidatos e quando foi questionado sobre gestão demonstrou conhecer bem a máquina pública.

Weverton Rocha – Tentou de todas as formas um confronto contra Brandão, mas não conseguiu e para piorar ainda travou um debate nada agradável para o pedetista contra Edivaldo, que o questionou sobre os processos que já foi alvo.

Simplício Araújo – Também tentou travar alguns debates com os principais candidatos, mas no confronto que teve com Lahesio, acabou não levando a melhor.

Enilton Rodrigues – Não esteve em momento algum nos principais momentos do debate e se preocupou muito em querer debater a polarização da eleição nacional.

PESQUISA APONTA VITORIA DE CARLOS BRANDÃO NO 1º TURNO

 


Nova pesquisa Econométrica, contratada pelo jornal O Imparcial, divulgada na noite desta terça-feira (27), apontou duas novidades: a vitória do atual governador Carlos Brandão (PSB) logo no 1º Turno e uma virada na disputa pelo segundo lugar.

A pesquisa apontou Brandão com 47,4%, mas agora seguido por Lahesio Bonfim (PSC) com 21,9% e Weverton Rocha (PDT) com 18,2%. Veja abaixo os demais números.

O detalhe é que se levarmos em conta somente os votos válidos, ou seja, retirando nulos/brancos e indecisos, Brandão, pela pesquisa Econométrica, teria com 54,4%, sendo reeleito no 1º Turno.

O levantamento tem número de identificação: MA-04251/2022 com data de registro em 20/09/2022. A pesquisa foi realizada entre os dias 16 a 20 de setembro de 2022. Foram realizadas 1.500 entrevistas. O erro amostral foi de 2,5% com um intervalo de confiança de 95%.

terça-feira, 27 de setembro de 2022

DEU RUIM PARA CANDIDSTOS BOLSONARISTAS NO MARANHÃO

Dadas as condições da campanha e decisões erradas de candidatos tomadas ao longo de 2021 e 2022, os bolsonaristas do Maranhão terão apenas uma chance de eleger um representante entre os 18 deputados federais que devem ser eleitos no próximo domingo. A divisão em vários partidos em legendas que exigem altíssima votação é a principal barreira. Neste aspecto, apenas a jovem empresária de Imperatriz, Mariana Carvalho, tem chance de ser a primeira “conservadora raiz” da história do Maranhão a vencer uma eleição.

Atualmente vários candidatos se arrogam o status de “bolsonaritas”. Contudo, apenas sete possuem alguma chance de eleição. Os deputados federais Josivaldo JP (PSD) e Pastor Gil (PL), o militar reformado Coronel Monteiro (PL), o pastor Silvio Antonio (PL), o médico Allan Garcês (PP), a influencer Flávia Berthier (PSC) e a empresária Mariana Carvalho (PSC).

Apagados em seus mandatos e por quatro anos calados em relação ao governador Flávio Dino, Josivaldo JP e Pastor Gil são considerados “bolsonaristas de ocasião”. Assumiram a aliança com o presidente apenas às vésperas das eleições, mas não são conhecidos pelas defesas das pautas bolsonaristas.

Os demais já possuem histórico de participação em manifestações, militância e até já trabalharam diretamente com o presidente em Brasília.

Ocorre que as escolhas de PL e PP por algumas destas lideranças pode ter comprometido as eleições. No PL, partido de Silvio Antonio e Monteiro, são necessários 130 mil votos para assegurar a eleição. Ocorre que a concorrência no partido é a maior em todos os que disputam.

Além de Josimar de Maranhãozinho e da esposa, Detinha, ainda disputam os deputados de mandato Pastor Gil e Junior Lourenço. Também figuram entre os concorrentes o vereador Humbelino Jr e Paulo Marinho Jr. A situação de Coronel Monteiro e Silvio Antonio é muito delicada e uma votação razoável pode não eleger nenhum dos dois, mas garantir mais aliados de Josimar eleitos.

Allan Garces conta com menos concorrência no próprio partido, o PP. No entanto, a legenda deve eleger apenas um representante. André Fufuca, presidente da legenda no estado, é visto como favorito. Além de superá-lo, Garcez também precisaria ter votação maior que Amanda Gentil, filha do prefeito de Caxias, Fabio Gentil. A cidade é a quinta maior cidade do estado e a campanha dos Gentil é uma das maiores da região.

CHANCES REAIS – Entre os candidatos bolsonaristas, Mariana Carvalho possui as melhores chances. O PSC, partido da empresária e da digital influencer Flávia Berthier, conta com apenas um deputado federal de mandato e não tem nenhum supercampeão de votos como que deva ultrapassar a barreira dos 110 mil votos. Junto aos outros 15 candidatos da chapa, uma votação de 80 mil votos é suficiente para entrar forte na disputa.

Mariana leva vantagem na disputa contra a influencer por já possuir experiência de ter participado de eleições em 2018 e 2020. Neste ano, ela foi a primeira candidata bolsonarista a atingir grande nível de volume de campanha nas ruas e foi responsável pela criação do primeiro comitê de apoio a Bolsonaro no Maranhão. Flávia Berthier enfrenta dificuldades pela falta de experiência que lhe direcionaram a uma aposta completa nas redes sociais. Enquanto isso, Mariana Carvalho visita de 3 a 6 cidades por dia durante a campanha. Apesar disso, ela não descuida das redes sociais e também se destaca pela defesa do presidente, com quem já trabalhou em Brasília.

Em relação às estratégias, enquanto Flávia Berthier prefere o ambiente virtual e a conquista dos votos de bolsonaristas já definidos, Mariana Carvalho costuma fazer suas passeatas e ações em cidades onde o presidente realmente precisa de apoio. A atitude também se mantém distante das intrigas comuns a lideranças bolsonaristas da capital maranhense.

Neste aspecto, a possibilidade de sucesso na campanha de Mariana Carvalho, por sua organização e desenvoltura, é bem maior. E uma das poucas possibilidades de eleição de um deputado bolsonarista no estado pode ser a união do eleitor no entorno de Mariana Carvalho.

HOJE TEM ARRASTÃO DO DAVI BRANDÃO

 



segunda-feira, 26 de setembro de 2022

COLUNA DO ZÉ LOPES - BACABAL, VERAS QUE OS FILHOS TEUS NÃO FOGEM À LUTA

 


Existem palavras que caem no vernáculo popular e ficam fáceis de se ouvir. Gradativamente vão saindo de moda e vagamente são lembradas, a exemplo de empoderamento e resiliência. 

Quem está ligado, principalmente nas redes sociais, pode ver que a palavra gratidão, solta, é a resposta e o sentido para muitas ocasiões, é o prato para toda a fome que há no mundo.

Quero aqui aproveitar o antagonismo político, centrado em nossa cidade e falar em ingratidão, essa palavra/atitude que assola o nosso cotidiano, principalmente o político. .

Tenho guardada muitas frases a respeito e uma delas, me disse tempos atrás, o Assessor de Imprensa da Prefeitura de Bacabal, blogueiro e advogado Dr. Louremar Fernandes, que "em Bacabal não se faz política, se faz acordo". Outra frase que guardei foi a do Assessor, coordenador político e poeta Paulo Campos: " na política não existe amizade, existe conveniencia". 

Embora consciente de que a política  tem seus estigmas e estereótipos, eu, particularmente, balizo a minha vida na filosofia espartana, sou cem por cento a Oração de São Francisco. "É dando que se recebe".

O real significado da palavra ingratidão na politica, está bem explicado nas frases do Loremar Fernandes do Paulo Campos, e a cidade segue cega, cheia de candidatos que não sabem, sequer, onde é o Bar do Luizão, mas que tem muito dinheiro e montaram verdadeiros Quartéis Generais para comprarem votos dos bacabalebses mais desavisados, e dos avisados também.

Dói-me ver um amigo que quando sua família chegou em Bacabal, não diria arrastando a cachorrinha pois nem cachorrinha tinha, foi ajudada por João Alberto, montou construtora, fez obras e hoje vejo sua moto adesivada com o número de um candidato que se veio a nossa cidade cinco vezes, foi muito. Ele me disse : -João Alberto ajudou meu psi, não a mim. E é porque se esconde atrás de uma religião.  Sai pra lá, Satanás. 

Vejo vereadores que se locupletaram com as emendas do deputado federal João Marcelo, pegaram as máquinas agrícolas,  fizeram acudes particulares, estradas para seus povoados, nivelaram e beneficiaram seus terrenos, sítios, chácaras e agora trazem candidatos a deputados federais que ninguém conhece e os  apresentam com pompas, festas, fogos de artifícios, motociatas, carreatas, bandeiraços e outras artimanhas para enganar a muitos, tudo em nome da cidade. Quanta ingratidão.  Pobre cidade. Eles estão com suas contas bancárias bem gordas.

Vejo pessoas beneficiadas por Edvan Brandão e por Davi Brandão que escolheram estrangeiros para apoiar, e não disfarçam, desfilam a olhos nus em passeatas e arrastões com seus veículos adesivados e caracterizados. Só não vê quem não quer.

Essa ingratidão vai ter um reflexo pós eleição, vai ter um efeito devastador, muita gente não vai poder cobrar, vereadores não terão mais peso, moral e nem se reelegerão, políticos encerrarão suas carreiras e haverá apenas um grupo forte e dominante.. É a lei do retorno, é  a condenável ingratidão. A política para prefeito e vereador dará o seu troco. É a vingança maligna.

Bacabal é uma cidade de pessoas boas, inteligentes, cordiais,  tem que olhar com segurança o tempo que se aproxima. É hora de dar um basta a tantos que só aparecem no tempo das eleições com suas malas cheias de dinheiro.

Temos bons nomes que nos representam, tanto na esfera estadual como na federal, vamos votar nos nossos  líderes que tem compromisso com a nossa cidade, não vamos dar chance a quem só aparece de quatro em quatro anos.

Bacabalenses, uni-vos. A nossa cidade está tendo a grande oportunidade de se destacar politicamente e nessa eleição, vamos votar nos nossos, vamos eleger os nossos e diante de tanto orgulho, tu Bacabal, com a tua bandeira da vitória tremulando para o mundo, verás que os filhos teus não fogem à luta.

++++++++++

-- Mas é verdade que o candidato a deputado estadual Davi Brandão pode ser o mais bem votado do Maranhão?

- E verdade, nas isso é assunto para outro artigo.