domingo, 14 de novembro de 2021

COLUNA DO DR. ERIVELTON LAGO

 


.COMO LIDAR COM O EGOÍSTA 

No início de 1940, um jovem chamado Danilo Castro passou de guarda municipal a prefeito da cidade de Baixo Taquari Mirim, uma cidade da República dos Estados Unidos do Brasil. Uma das famílias mais poderosas da cidade, os Freitas, tinha sido o instrumento da sua ascensão a troco de traição e muito sangue derramado, mas depois que ele assumiu o poder esqueceu de quem o ajudou. A ambição foi mais forte que o seu sentimento de gratidão. Em 1943, enquanto Danilo estava no Rio de Janeiro buscando recursos para a conclusão de uma ponte sobre o rio do peixe, os Freitas conspiraram contra as famílias nobres da cidade para se livrarem desse prefeito incômodo e ambicioso. Armaram uma rebelião e mataram o vice-prefeito que Danilo havia deixado no seu lugar administrando a cidade. A cidade virou um inferno com uma luta entre os Freitas e os defensores do prefeito. Joaquim Freitas Maçaranduba, o homem mais velho e sensato da família dos Freitas, interveio na confusão e fez ambos os lados baixarem as armas. Homem pacífico, Joaquim Freitas não participou da conspiração. Tinha dito à família que aquela briga terminaria numa carnificina inútil. Agora ele ia interceder em nome da família e convencer o prefeito a ouvir as suas queixas e satisfazer as suas exigências. Joaquim era o mais velho da sua família e gostava de resolver as questões do poder na diplomacia. Quando o prefeito soube da confusão na sua cidade, retornou imediatamente. Porém, quando ele chegou a confusão estava sob controle, Joaquim havia acalmado os mais jovens. Assim sendo, Joaquim foi onde o prefeito e explicou toda a situação, explicou como tinha conseguido a paz, explicou que os jovens rebeldes eram impetuosos com sede de poder, mas inexperientes e pediu desculpas e perdão ao prefeito Danilo prometendo que continuaria dando apoio à sua administração como vinha dando desde o começo. Danilo não parecia nenhum pouco zangado ou ressentido. Pelo contrário, disse a Joaquim que levasse toda a sua família ao grande salão da prefeitura para uma reunião e lá eles poderiam fazer todas as suas queixas e ele iria resolver da melhor maneira possível. Depois que a família inteira de Joaquim estava na reunião, Danilo mandou um dos seus seguranças liberar uma certa quantidade de hidreto de arsênio, um gás venenoso já previamente implantado piso do salão. Todos os membros da família dos Freitas morreram sufocados pelo gás, até o bondoso Joaquim. Danilo é a personificação de todos aqueles que acreditam que a justiça e a nobreza da sua causa sempre prevalecerão. Sem dúvida, apelos à justiça e à gratidão às vezes têm algum êxito na história do poder, porém, suas consequências sempre foram medonhas, em especial nas negociações com os Danilos da vida que só pensam em si mesmo. Joaquim Freitas sabia que Danilo subiu ao poder pela traição, crueldade e morte. Danilo era um homem que tinha mandado matar um grande amigo para subir ao poder. Quando disseram a Danilo que tinha sido uma coisa terrível matar um velho amigo, ele respondeu que não tinha executado um velho amigo, mas sim, um novo inimigo. Sabem qual foi o erro de Joaquim Freitas quando foi falar com o prefeito egoísta? O seu erro foi cobrar dívidas pelo apoio que sempre deu a ele. Cobrou gratidão a quem a via como uma carga terrível, então Danilo livrou-se de Joaquim matando ele e sua família inteira. Na história do poder, quando você quiser ganhar alguma coisa de alguém, fale sobre o futuro, ofereça vantagens, esqueça os favores do passado, pois você pode morrer envenenado.





3 comentários:

  1. Rpz... Dr...
    Ontem eu estava falando com alguns cristãos e veio sobre a conversa a existência já de uma bíblia específica para os homossexuais.
    Com toda certeza, esta bíblia não terá o versículo 18:22, e tampouco o 20:13, presentes em levítico, que falam do pecado do homossexualismo, segundo os cristãos.
    ... Então frisei a forma como todas as outras religiões e tbm a cristã, podem ter sido alteradas no passado para compor novos costumes e divergências futuras, uma vez que, com o avanço social, a necessidade de novos conceitos nos acompanham.
    ...
    Mas aonde quero chegar, é que Danilo pode até ser egoísta... Mas é um visionário. Terminou um problema de um modo pacífico para ele. Não fez guerra... Isso ali, para ele, é DIPLOMACIA

    ResponderExcluir
  2. É aquela velha história: quando você quiser alguma coisa de alguém é melhor apelar para o egoísmo do que para a gratidão, pois a gratidão envelhece e tem memória curta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Justamente.
      É doloroso observar que vc para uma maioria, somente os erros podem ser frisados... Não importa o número de acertos.
      O Danilo não iria ligar para resolução do Joaquim, ou o mérito seria do Joaquim. O intuito seria próprio Danilo ser dono no mérito.

      Excluir