domingo, 11 de setembro de 2022

COLUNA DO DR ERIVELTON LAGO

 


TODO DIA É DIA DE GUERRA EM ALGUM LUGAR DA TERRA

Já deu para perceber que a invasão da Ucrânia pela Rússia está apavorando a terra inteira com a perspectiva de um conflito banhado com muito sangue. Tem afetado drasticamente a economia mundial e já causa efeitos negativos para o Brasil tais como a alta estrondosa do petróleo e o inevitável aumento da inflação e da pobreza. E o Brasil? Coitado, ele ainda não decidiu de que lado está. Mas eu não vou falar da guerra entre Ucrânia e Rússia, vou falar de outras guerras do passado para chegarmos à conclusão de que sempre vai haver uma razão para o início de uma guerra em algum lugar da terra, pois a vida não vale nada, o que vale é o poder. Está acontecendo nesse momento cerca de 30 guerras no mundo. A maioria desses conflitos envolve disputas por território, diferenças étnicas, religiosas e o controle de recursos naturais. Isso é luta pelo poder. Entre 1861 e 1865 os Estados Unidos tiveram a Guerra Civil americana. Foi uma guerra entre o Norte e o Sul (União e Confederados). O motivo envolvia a escravidão dos negros e a busca de mais território para o Oeste. Essa guerra aconteceu após o clima de tensão gerado quando Abraham Lincoln foi eleito presidente dos Estados Unidos em 1860. Nessa guerra morreram 850 mil soldados. Na guerra os homens morrem em combate, por acidente, fome e doenças. Quem não se lembra da Guerra do Afeganistão de 1979 a 1989? Foi um período de conflito civil na nação afegã marcado pelo envolvimento militar direto da União Soviética. Rússia ou União Soviética, o certo é que os políticos russos não perdem tempo, gostam de guerra.  A União Soviética ocupou o Afeganistão e tentou apoiar um regime pró-soviético em Cabul. Por meio da tomada de cidades e estradas, os soviéticos rapidamente assumiram o controle do país, mas a rebelião foi imediata e generalizada. Durante os dez anos de ocupação, um total estimado de aproximadamente 1.125.000 civis e tropas afegãos, combatentes da aliança islâmica mujahideen e soldados soviéticos forTam mortos. Com esse exemplo já dá para se ter uma ideia de que essa atual aventura russa não vai durar apenas uns 3 meses como alguns falam. A Guerra dos Trinta Anos (1618 a 1648) é a denominação genérica de uma série de guerras que diversas nações europeias travaram entre si a partir de 1618, especialmente na Alemanha, por motivos variados: rivalidades religiosas, dinásticas, territoriais e comerciais. Este conflito durou trinta anos, tornando-se a guerra contínua mais longa da história moderna, com um total de 8 milhões de pessoas mortas. Outra guerra trabalhosa foi a do Vietnã. Essa guerra começou como resultado da estratégia dos Estados Unidos de conter a disseminação do comunismo em todo o mundo durante a Guerra Fria, durou 20 anos entre os períodos de 1955 e 1975. Os Estados Unidos e seus aliados perderam em torno de 64 mil vidas.


O Vietinã e seus aliados comunistas perderam um milhão e cem mil vidas. Morreram 2 milhões de vítimas civis. Por fim, morreram nessa guerra 3 milhões e 200 mil pessoas. A Rebelião Taiping, aconteceu na China entre 1851 e 1864. Essa guerra foi um dos conflitos mais sangrentos da história entre as forças da China imperial e um grupo inspirado por um homem místico  chamado Hong Xiuquan, ele era cristão e se dizia irmão de Jesus Cristo, era o fraco!TT. Nessa guerra morreram 20 milhões de pessoas. Outra guerra violenta foi a Segunda Guerra Sino-Japonesa. Foi um conflito militar travado principalmente entre a República da China e o Império do Japão de 7 de julho de 1937 a 2 de setembro de 1945. O governo japonês no século XX assumiu uma postura militarista e bélica cada vez mais perigoso para a China. Em consequência disso, os embates entre japoneses e chineses começaram de maneira não oficial a partir de 1931. Essa guerra resultou em 23 milhões de mortos. Como os políticos estavam enjoados de guerras regionais, resolveram ir mais longe, começaram a Primeira Guerra Mundial lá na Europa. Essa guerra começou em 28 de julho de 1914 e durou até 11 de novembro de 1918. A guerra envolveu as grandes potências de todo o mundo, que se organizaram em duas alianças opostas: Tríplice Aliança formada pela Alemanha, Áustria-Hungria e Itália (saiu depois) e a Tríplice Entente formada pela Inglaterra, França e Rússia. Falar sobre guerra e não falar de Genghis Khan é pecado. A Guerra dos Mongóis foi formada a partir da união de várias tribos. A ideia da união partiu do guerreiro Genghis Khan, o homem do Império Mongol. Essa guerra durou entre 1209 e 1368, foi o maior império em extensão territorial da história. Ao todo, chegou a ter 24 milhões de quilômetros quadrados da China até a Europa Oriental. Essa guerra resultou não apenas na expansão significativa do Império Mongol, mas também na perda de 60 milhões de vidas. finalmente, vem a campeã das matanças e sangue derramado, a Segunda Guerra Mundial. Temos aqui um conflito militar global que durou de 1939 a 1945, envolvendo a maioria das nações do mundo — incluindo todas as grandes potências — organizadas em duas alianças militares opostas: os países do Eixo e os Aliados. Eixo (Alemanha, Itália e Japão). Aliados (França, Inglaterra, EUA e, posteriormente, URSS) constituíram as alianças formadas na Segunda Guerra. A Segunda Guerra
Mundial é considerada como o maior conflito da história. Todos os continentes e oceanos estavam envolvidos nesse conflito que se iniciou em 1939 e durou até 1945. Nessa guerra morreram mais de 72 milhões de pessoas. E a Ucrânia? A Ucrânia está no fogo cruzado de todos os profissionais da guerra: Rússia, Estados Unidos, China, Inglaterra, Alemanha e França. Isso nos leva a acreditar que a Guerra é apenas um detalhe entre a vida e a morte, o que mais importa é o PODER.



2 comentários: