domingo, 8 de maio de 2022

COLUNA DO DR. ERIVELTON LAGO

 


TODO HOMEM PRECISA DE UMA MÃE


Em meados de 1966, eu tinha cerca de sete anos de idade. Eu e Zequinha furtamos umas seis mangas maduras e várias carambolas do sítio do seu Félix. Porém, quando eu cheguei em casa, o dono do sítio já estava na minha porta conversando com mamãe. Zequinha de Filó, meu amigo de aventura, foi direto para "casa de farinha" de Dona Maria Rôxa, porém, ao chegar por lá, meteu a mão na massa e passou o resto do dia na farinhada. Levei a culpa sozinho. De onde são essas mangas, Erivelton? Perguntou mamãe. Respondi: são do sítio do seu Felix. Ele te deu essas mangas? Respondi: Não senhora. Eu te ensinei a pegar no alheio? Respondi: não senhora. Cadê a tua vergonha? Aí baixei a cabeça e comecei a chorar. O seu Félix ouvindo a conversa, falou: deixa pra lá, dona Enedina, isso é coisa de criança! A senhora não precisa bater nele, sei que Zequinha o incentivou, esse filho de dona Matilde, não presta. Mamãe me perguntou: o Zequinha estava contigo? Respondi: sim, mas ele levou só duas mangas. Foi ele que te convidou para entrar no sítio do seu Félix? Respondi: não mãe, fui eu que convidei ele. Aí mamãe falou: passa para dentro de casa, seu sem-vergonha, a gente vai já conversar! Seu Félix estava arrependido de ter ido à minha casa reclamar da minha conduta. Talvez porque se lembrou que no seu sítio tinha frutas em abundância. O senhor Félix tinha cerca de 30 hectares de terras com as mais variadas espécies de frutas: manga, pitomba, carambola, sapoti, buriti, siriguela, cajá, manga, caju, murta e muitos pés de ingá. Seu Félix saiu de fininho, mas reforçou o pedido: não bata no menino, dona Enedina. Ela entrou e eu estava ali desconfiado esperando as cipoadas. Então ela perguntou: meu filho, por que você entrou no sítio dos outros para tirar as coisas? Isso está errado. Olha, você não vai apanhar, mas da próxima vez, você não escapa. Aí comecei a chorar como se ela tivesse me batido. Então ela me abraçou e chorou comigo. Eita, coisa boa!


A gente chorar assim meio dengoso e a mãe vem e chora com você. Aí mamãe falou bem baixinho no meu ouvido: Mamãe não vai bater em meu filho. Aí eu chorei mais ainda, solucei. Lembro-me de uma situação quando eu tinha entre cinco e seis anos de idade e ainda mijava na rede, era início de 1965. Acordei pela manhã e o chão batido debaixo da minha rede estava encharcado de mijo. Minha mãe reclamou: rapaz, tu já és um homem, isso não é mais idade de mijar na rede. Aí eu respondi: mamãe, eu sonhei que estava mijando lá no quintal. Ela falou: pois amanhã, se você sonhar de novo, não mije, pois você está na rede. Não sei se foi exatamente no outro dia, ou noutro dia qualquer, mas quando dei por mim eu já havia começado a mijar dentro da rede, mas acordei a tempo de terminar o serviço do lado de fora. Mamãe viu a minha trapalhada noturna e disse: muito bem, meu filho não mijou na rede dessa vez. Fiquei desconfiado, pois senti que ela estava apenas querendo proteger o menino mijão. Fingi que acreditei e voltei a dormir na rede mijada. Acho que aquela foi a última vez que mijei na rede, virei homem. Uma certa vez, apareceu quase um quilo de carne lá em casa. O nosso vizinho Zé Gouveia matou um porco e deu um pedaço para mamãe. Éramos oito irmãos. Aconteceu alguma coisa na hora do almoço e ela ficou sem comer, parece que não sobrou nada para ela. Então, depois de lavados os pratos, perguntei: mamãe a senhora não gosta de carne? Ela respondeu: mamãe não gosta muito de carne. Porém, ela não me enganou, não comeu porque estava feliz nos observando na disputa da pouca comida. Em resumo: ser MÃE é ser amorosa e cuidadosa. Ser mãe é ser cristã e refletir aos seus filhos o caráter de um Deus vivo e verdadeiro, que tem planos e projetos para todo ser humano. A "MÃE", é mais que uma nutridora da natureza. Toda MÃE é uma guardiã indicada por Deus aos filhos. Sua influência sobre as nossas vidas não tem limite. Hoje, mais de meio século longe da minha infância, ainda preciso dela, mas partiu, lentamente, no dia 28 de setembro de 2019. As mães não deveriam partir, eu até ouvi isso de um poeta: “TODO HOMEM PRECISA DE UMA MÃE”, é verdade, poeta. Por isso, desejo a você um FELIZ DIA DAS MÃES!



19 comentários:

  1. Eita moco me fizestes chorar 😓😓😓👏👏👏

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc não chorou só

      Excluir
    2. Realmente me emocionei...

      Excluir
    3. Se formos vasculhar o baú, tem tanta bondade de mãe que dá vontade de voltar....

      Excluir
  2. Que lindo , e q mãe maravilhosa .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela? Nem te conto o quanto fez por mim! Depois foi embora sem nada cobrar....acreditas!?

      Excluir
  3. Mais uma pérola para nossas vidas. Amigo Erivelton. Parabéns pela lição de vida relatada, sem cortes, sem maquiagem. E pela mãe que Deus lhe deu. A minha também foi um exemplo, que sigo para sempre. Feliz dia das mães a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que elas se eternizam em nós....

      Excluir
  4. Quanta lembrança!❤🌻

    ResponderExcluir
  5. Tomar um café lendo essa bela reflexão é privilégio ! Obrigado Dr. Erivelton por sempre trazer sábias e pontuais leituras!
    Que o anjo de sua mãezinha continue a lhe proteger e inspirar!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia meu Dr Erivelton, que bela reflexão! Não poderíamos ter leitura melhor no dia de hoje, do que essas sábias e lindas palavras vinda de vossa excelência. Obrigado pela oportunidade de poder fazer parte do seu círculo de amizades!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo R Neto, agradeço pelas suas belas palavras.

      Excluir
  7. Emocionante, toda história de amor, me comove, ainda vindo de tantas mães guerreiras, obrigada Dr. Erivelton.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assino embaixo a vossa manifestação

      Excluir
  8. Cheguei sem aviso prévio e fui tombado pela emoção. Não tem sentido o que iria fazer agora. Nada mais é urgente, útil, necessário. Tudo o mais pode esperar. Vou imediatamente ver a minha mãe. Obrigado Erivelton.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo pouco que te conheço, pelo eterno menino que és, sei que é exatamente isso que irás fazer: ver a mamãe! 👏🏼👏🏼👏🏼

      Excluir
  9. A gente que tenta escrever, um dia se depara com a verdadeira literatura. Se tiver algo além de verdade e simplicidade neste texto, a vida teria sido em vão. Tudo aqui é belo e necessário. Eis a verdade e o caminho da literatura.

    ResponderExcluir
  10. Perfeito o texto, mãe é um ser único e de um amor verdadeiro. "Mãe quem dera se por um descuido Deus te fizesse eterna." Giselly Miranda

    ResponderExcluir